Mude com VELOCIDADE e na DIREÇÃO correta!

No cenário de inovação mundial em que vivemos (4ª revolução industrial, Indústria 4.0 e outros nomes que possam definir esse momento), várias frases tomam conta dos palcos, vídeos, palestras, cursos e mentorias sobre o assunto, dentre as mais usadas, duas delas (ou suas variações) me chamam a atenção por ajudarem a definir o compasso (ou o ritmo) em que as coisas devem acontecer, sendo a primeira que dizem sobre a VELOCIDADE da mudança (que é mais importante que a própria mudança) e a outra sobre a DIREÇÃO para qual devemos caminhar (dizendo que esta é mais importante que velocidade, uma vez que se estivermos na direção errada não alcançaremos o resultado necessário).

Parece termos aí um problema, e realmente temos, pois se olharmos para mudanças que possuem alto custo (investimento financeiro) e também consequências graves (perda de um emprego ou de relacionamentos importantes) a exemplo de mudanças em nossas carreiras profissionais (que envolvem habilidades e competências que devem ser adquiridas, desenvolvidas e/ou atualizadas). Logo não podemos arriscar MUDAR RÁPIDO, pois a mudança pode estar na direção errada e não importa a velocidade, vai haver problemas, mas não podemos DEMORAR INICIAR O PROCESSO DE MUDANÇA, pois a consequência de ficar obsoleto pode ser a mesma ou até mais grave que estar numa direção errada.

Neste caso, a minha sugestão é que antes de começar a mudança, estude sobre sua formação, as mudanças que estão acontecendo nas profissões diretamente ligadas à ela, as características vocacionais que potencializam sua atuação em uma ou outra direção e em seguida defina seu plano de desenvolvimento, e AGORA SIM, ACELERE… mas sempre atento aos ajustes de percurso necessários.

Para o segmento de Tecnologia da Informação, quando o assunto é transformação digital muitos profissionais podem ter dúvidas como essas mudanças podem afetar suas atividades e até mesmo o seu futuro profissional. Com a mudança no mercado, o surgimento de novas formas de negócio (base digital) e a avalanche de dados sendo criada e consumida em todo momento, certamente as mais diversas profissões serão impactadas, no entanto aquelas ligadas diretamente a esses processos de transformação digital são as mais demandadas por mudança.

Para ajudar na análise da DIREÇÃO, fiz a leitura do artigo abaixo e recomendo:

A diferença entre Cientistas de Dados, Engenheiros de Dados, Estatísticos e Engenheiros de Software:
http://datascienceacademy.com.br/blog/a-diferenca-entre-cientistas-de-dados-engenheiros-de-dados-estatisticos-e-engenheiros-de-software/

Por fim, a motivação que deve nos levar a conhecer o que cada profissão faz, não é colocar barreiras que impeçam a criatividade e o potencial de cada um, mas dar clareza em quais competências e habilidades devem ser desenvolvidas e aprofundadas por cada perfil, bem como saber a fronteira que deve ser definida no desenho das competências a serem desenhadas no perfil que compõe times multidisciplinares que se organizam para vencer os desafios dos projetos incríveis que estão sendo postos na mesa neste momento de transformação.

E se você quer se inteirar ainda mais sobre Transformação Digital e Indúsitria 4.0, aproveite para conhecer e fazer sua matrícula para a Especialização em Transformação Digital do IEL. Ficou interessado, saiba mais clicando no link.

Sucesso em sua mudança de forma!

Joel Matos

3 comentários sobre “Mude com VELOCIDADE e na DIREÇÃO correta!

Deixe uma resposta