Cenário do mercado para Controladoria e Finanças

Controladoria e Finanças é uma área que diante a esteira do mercado passou a enfrentar uma série de desafios resultantes da pandemia. A pausa nas atividades econômicas forçou mudanças com os quais teremos que conviver nos próximos anos.  

Mas, a busca por novidade no setor é um dos pontos positivos do cenário atual. Há diversas ferramentas digitais que facilitam o trabalho e que, em virtude das mudanças, passaram a fazer parte do setor. 

Assim, a tendência é que as empresas passem a utilizar mais as novas tecnologias, tanto para se acostumarem a ela quanto pelos efeitos colaterais da pandemia. E isso e uma grande vantagem para novos profissionais. 

A controladoria e finanças na pandemia 

Em certo sentido o novo Coronavírus impulsionou ferramentas digitais, visto que empresas agora precisam optar o negócio para o “novo normal”. A controladoria tem a chance de utilizar esses novos recursos para aquecer as organizações. 

Além disso, o impacto da pandemia na controladoria forçou o setor a aumentar a demanda por segurança e controle. Em um tempo de incertezas, poder ser o mais previsível possível é um ativo. 

A pandemia também ensinou que o setor precisa sempre criar métodos avançados para auxiliar as finanças de um negócio em tempos difíceis, por exemplo. Por isso, a tendência agora é buscar tecnologias que gerem preservação e sustentabilidade. 

Sendo assim, devemos entender que o setor de controladoria e finanças também irá se reorganizar. O controlador (ou controller) e o CFO (Chief Finance Officer) serão profissionais mais conectados à inovação. Esses cargos, os mais importantes da área, terão também o papel de liderar as empresas rumo a uma digitalização completa. 

Aumento da eficiência com a digitalização 

Certamente, a interrupção nos trabalhos presenciais exigiu que uma grande parte da força de trabalho global executasse as tarefas de forma remota. E como resultado, os aplicativos e ferramentas de colaboração digital se tornaram fundamentais para manter diversos negócios. 

A digitalização deve ser vista amplamente, e não apenas como uma forma de trabalho online. As equipes de finanças podem utilizar iniciativas digitais que até há pouco pareciam inacessíveis. Estamos mais próximos de uma adoção completa dos sistemas de fechamentos automatizados, projeções em tempo real e outros recursos digitais. 

Essa digitalização completa não irá acontecer em um passe de mágica. Os profissionais e, principalmente, líderes do setor de controladoria e finanças deverão sair em defesa do uso da digitalização em toda a empresa. Lembre-se: vivemos a Revolução 4.0, e quem não adotar as tecnologias digitais provavelmente ficará para trás. 

A digitalização em toda a organização será vital para garantir uma cobertura precisa dos pontos importantes da controladoria e finanças. Quem tiver a coragem de adotar antes o protocolo digital, estará criando uma proteção no negócio para qualquer tipo de situações futuras. 

Lidando com o abastecimento 

Temos também o ônus da pandemia, que afetou as cadeias de abastecimento internacionais. Essas falhas mudaram o cálculo de ROI dos líderes do mercado da noite para o dia. Antes, o foco do cálculo estava em obter eficácia para as finanças do negócio. Durante e após a crise, passou a estar na estabilidade e sobrevivência. 

Empresas de todo o planeta passaram por dificuldades com abastecimento, e muitas delas devido ao bloqueio direto, por exemplo. As organizações precisam, então, melhorar o negócio e encontrar soluções que automatizam os serviços principais Esse fator precisa ser contemplado pelos profissionais do setor de controladoria e finanças. 

Em busca da estabilidade 

Os reflexos da COVID-19 irão continuar no ambiente de negócios em 2021, enquanto isso é preciso se adaptar. Novos ambientes de trabalho irão surgir, modificando toda a empresa em busca de equilíbrio. 

Antes de mais nada, os especialistas em controladoria e finanças devem focar todos os esforços para continuar produtivos neste ambiente. Será preciso suprir as demandas da administração, sem proporcionar efeitos negativos nas finanças e nos relatórios. E nesse sentido a comunicação interna nunca foi tão importante. 

Uma nova forma de pensar para Controladoria e Finanças

Antecipadamente, podemos citar como outra vantagem no mundo pós-pandemia a possibilidade de reorganizar as partes do negócio que precisam de reforma. Se não é possível fugir da mudança, que ela sirva para a melhora de toda a organização. E muitas empresas irão caminhar nesse sentido. 

Não há dúvidas que a organização financeira de qualquer empresa estaria bem melhor com uma mentalidade de transformação. Isso irá possibilitar uma gestão da tecnologia eficiente e lucrativa. O “novo mundo” abriu portas para que as empresas se reinventem, que invistam na melhoria contínua e tragam profissionais que a desafiem. 

Por isso, os setores de controladoria e finanças deverão trabalhar com foco na concretização de mudanças. Este é o momento de buscar estratégias transformacionais que possam aumentar os lucros ou diminuir os custos do negócio. Talvez 2021 seja um ano em que os controladores e profissionais de finanças sejam protagonistas. 

Fatores que farão a diferença 

A tecnologia disponível deve ser usada amplamente. Afinal, é importante avaliar as opções de ferramentas disponíveis e tomar decisões acertadas que realmente inovam o negócio. Se há algo que as companhias inteligentes irão aprender com a pandemia é que tecnologia digital é investimento. 

Contudo, esse é um aspecto dos negócios do futuro, o aspecto da inovação. A tradição também é importante, talvez até mais. Embora falemos de novas tecnologias, digitalização e formas de trabalho no mundo pós-pandemia, não podemos deixar de lado a “fórmula” que sempre funcionou. 

Gestores de controladoria e finanças deverão ainda manter conexões firmes, de confiança, os colaboradores. Interagir abertamente, definir metas e comunicar claramente continua sendo importante. Haverá uma união entre o que é novo e o que sempre funcionou. 

Em conclusão, o gestor de controladoria e finanças do futuro irá jogar ao lado das novas tecnologias sem mexer no psicológico do time. Então, ele irá falar com as equipes para avaliar como o trabalho remoto está funcionando. Irá perceber todas as modificações necessárias, discuti-las e buscar soluções para as adversidades. E, por último, irá saber que seu papel é um dos mais importantes para a sobrevivência do negócio. 

Se você possui o perfil de atuar nas áreas de controladoria e finanças, não deixe de conhecer a pós-graduação que irá lhe preparar para esse futuro! 

Deixe uma resposta