Habilidades valorizadas no mercado de trabalho

Ter as habilidades e conhecimentos técnicos que o mercado exigi, já não são suficiente para te garantir um emprego.
Sobretudo, existem outras qualidades que os profissionais levam em consideração que ajuda a se destacar no momento da contratação.

Os especialistas não só analisam conhecimentos técnicos, mas também, observam habilidades do candidato que facilitam a convivência entre as equipes. Sendo assim, separamos as principais habilidades que são mais valorizadas no mercado de trabalho.

Comunicação

A comunicação é a chave para um bom relacionamento entre profissionais e empresas. Saber se comunicar bem, transmitir aquilo que você é e reforçar sua presença é um ponto muito valorizado no mercado.

Uma dica importante: Se comunicar bem não é somente saber falar, mas também saber escutar o outro.

Trabalho em Equipe 

O trabalho em equipe é o começo para se ter um ambiente de trabalho agradável. Quem por algum motivo não consegue trabalhar em equipe, dividir atividades e opiniões geralmente não se destaca dos demais colaboradores.
O espírito de uma boa equipe ajuda na evolução profissional. 

Resiliência 

Essa habilidade está muito relacionada com a maturidade emocional do individuo.

Em qualquer caso, é importante que o profissional melhore a sua capacidade de resposta a situações de crise. Não desistir ou deixar afetar a sua produção é um fator importante. Saber lidar com a pressão diária e com as mudanças ou exigências da empresa está ligado à capacidade de resiliência de cada um.

Comprometimento

Descobrir e superar barreiras de forma criativa é uma excelente forma de provar compromisso com a empresa. Por exemplo, pensar fora da caixa e sair da sua zona de conforto é um diferencial.

Essas qualidades vão definir o quanto o profissional está disposto a a vestir a camisa da empresa, portanto pensar no avanço pessoal, deve considerar também a evolução dentro da organização. 

Flexibilidade

Essa também é uma das habilidades mais procuradas no mercado de trabalho. Pois ela é sobretudo a capacidade que uma pessoa tem em se adaptar ou de aceitar as mudanças.

Além disso com as mudanças que ocorrem no mercado de trabalho, é comum que as empresas tenham pessoas com diferentes tipos de idade trabalhando. Funcionários tradicionais podem ter mais dificuldades em se adaptar com o choque de gerações.

Desta forma, a flexibilidade torna mais leve o trabalho coletivo, pois ela carrega uma qualidade muito legal que é de aceitar pontos de vista diferentes para atingir um objetivo.

Mas, por onde começar?

O IEL Goiás é reconhecido como uma Instituição Inovadora que preza pela jornada profissional dos Jovens e pelo sucesso das empresas. Por isso, disponibilizamos diversos cursos para o desenvolvimento de suas habilidades e aperfeiçoamento organizacional.

Deixe uma resposta