impulsione o seu networking

Impulsione o seu Networking através do LinkedIn

Sem networking, o trabalhador pode se sentir solitário em um mundo onde a competitividade reina. É quase como se todos fossem seus concorrentes e como se não pudesse confiar em ninguém. Se todos estão lutando com unhas e dentes para conquistar o mundo, por que não apostar no networking?

A verdade é que as mudanças que estão acontecendo transformaram não só o comportamento dos consumidores, mas o consumo em si. Se antes lutavam para atingir as massas, hoje, com o valor agregado, as pessoas preferem vender para nichos específicos. De certa maneira, isto é uma forma de aumentar o ticket médio da cartela de produtos e serviços, melhorando a rentabilidade do seu negócio

Dessa forma, passamos a enxergar as pessoas a nossa volta como possíveis parceiros e não como oponentes. Ao perceber os pontos de cada segmento, vemos as diferenças entre os modelos de negócios, entre os valores e até mesmo entre os públicos. E é justamente essa percepção humana que pode te ajudar a atingir o sucesso, através do networking e do benchmarking.

O que é Networking?

O networking nada mais é do que a prática de cultivar boas relações no âmbito profissional. Mas não entenda errado: network não é necessariamente amizade. É uma relação de troca de informações e conhecimentos entre pessoas com propósitos e objetivos similares.

Entretanto, não é porque estamos falando de conexões no ambiente de trabalho que devemos pensar em frieza e distanciamento. Muito pelo contrário, é necessário muita proximidade e confiança para que estes contatos sejam úteis. E é justamente para isso que o LinkedIn surgiu.

O que é o LinkedIn?

O LinkedIn é uma rede social profissional com o objetivo de promover interações entre empregadores e empregados. O seu objetivo é compartilhar experiências e oportunidades acerca do mundo dos negócios, mas não se resume a isso. Através da ferramenta, você pode conversar com outros usuários, conferir vagas próximas de você e se inscrever nelas.

Nós elaboramos uma lista com quatro atividades que você pode começar a fazer para tirar o máximo de proveito dessa rede social. E então, se destacar enquanto um profissional bem conectado.

Conexões: vá além dos contatos

Essa é provavelmente a função mais famosa dessa rede social. Basicamente, você pode se conectar com qualquer pessoa e, a partir disso, a ferramenta passa a entender melhor quem você é. Dessa forma, o algoritmo irá recomendar perfis e conteúdos dentro do seu nicho e que possam ser relevantes para você e para o seu crescimento.

Uma informação interessante sobre as conexões é os níveis de conexão que podem variar entre 1º e 3º+ grau. Isso pode indicar o grau de proximidade e apontar a facilidade de entrar em contato com uma pessoa que até então você não conhece.

1º grau – vocês já estão conectados;

2º grau – vocês não estão conectados, mas tem pelo menos uma conexão em comum;

3º grau – vocês não estão conectados, mas uma das suas conexões tem pelo menos uma conexão em comum; e assim por diante.

Currículo: trajetória e carreira

Diferente do Instagram, o LinkedIn traz a possibilidade de detalhar vários aspectos da sua vida ao trazer o seu currículo para a internet. Enquanto na rede do Zuckerberg, o seu perfil consiste em fotos e um pequeno texto, no LinkedIn temos uma série de informações sobre você.

Biografia, atividades, experiências, formação acadêmica, licenças, certificados, trabalho voluntário, competências, recomendações, publicações, cursos, idiomas, prêmios, patentes, entre outros. Enfim, destaque as habilidades mais valorizadas no mercado de trabalho. Aliás, mantenha o seu perfil atualizado para ficar a frente da concorrência e garantir a atenção dos recrutadores.

Publicações: a produção de conteúdo

Você pode se expressar através de artigos ou de posts para o feed, incluindo fotos, vídeos, documentos, eventos, enquetes. Além disso, você pode marcar que está contratando, buscando emprego, procurando um especialista ou oferecendo ajuda.

Com um feed com tantas ferramentas, você consegue ir além da superficialidade e escrever a vontade a respeito das suas experiências. Assim, os seus seguidores podem entender mais sobre a sua trajetória.

Interações: o networking em ação

Se o conceito principal de uma rede social é de conectar pessoas e permitir que elas interajam entre si, o LinkedIn não poderia ser diferente. Você consegue marcar reações, comentar e compartilhar publicações, mostrando o que você pensa sobre os outros e sobre os seus projetos.

O site permite que você recomende as competências das pessoas e mostre o seu apreço pelo trabalho dela. Ou seja, você pode mostrar o seu reconhecimento sobre as qualidades dos seus colegas de trabalho. Logo, você passa a ajudar os recrutadores a verem os seus colegas a partir de um outro ponto de vista.

Uma outra possibilidade é a ferramenta de mensagens, onde você pode entrar em contato com alguém em particular ou em grupo. Por meio desse bate-papo, você pode começar a fazer o famoso benchmarking. Em outras palavras, o estudo e a busca de melhores práticas através de contatos, conexões, colegas e até mesmo da concorrência.

Melhore o seu networking com a gente

Se você é empresário, por meio do LinkedIn, você consegue melhorar a imagem da sua marca e recrutar de modo mais rápido. Aliás, caso você precise de apoio com a seleção de estagiários, você pode contar com a ajuda do IEL (clique aqui para saber mais sobre).

Se você é estudante, você pode conseguir um trabalho, seja como Estagiário ou Jovem Aprendiz. Enfim, o que você está esperando para entrar nesta rede? Faça o seu cadastro e não se esqueça de seguir o perfil do IEL por lá. Assim, você fica por dentro de todas as novidades sobre a indústria, estágios, inovação e mercado de trabalho.

Deixe uma resposta